26 de set de 2012

TALVEZ

talvez
um dia
eu morra
de surpresa
e todo
esse amor
fique
ai jogado
numa lata de lixo
esquecido
talvez
um dia
alguém se lembre
desse amor
e o pendure no varral
para tirar do amor
esse mofo
talvez
um dia
pensem em mim
em tudo
o que fiz
e o que deixei
de fazer
talvez
leiam
minhas poesias
ou queimem
meu versos
amarelados
e esquecidos
como eu
talvez um dia
eu morra
sem ter ninguém por perto
quem sabe
um dia
alguém de verdade
chore por mim