27 de jul de 2012

NADA


não preciso
provar
nada para ninguém
nem falar
do que sinto
eu posso
andar sozinho
modo
criar
e matar
meus monstros

não preciso
mais dizer
que eu sou
nem para o que vim
e nem para onde eu vou
se precisar
morder
eu mordo
se precisar calar
me calo
ninguém manda
mais em mim
enfim
sou dono de mim
sou dono do meu destino
quem quiser
que me ame assim