1 de jan de 2012

DERREPENTE

Derrepente
Você
Já não sabe
O que dizer
Nem sabe
Mais
Que sentimento
É esse
E se vê
Perdido
Em meio
A tudo o que
Já conhece
E sente seu
Coração
Arrebatado
De novo
Vivo
Como há tanto
Tempo
Esquecido
Derrepente
Você se rende
E se entrega