16 de nov de 2011

SEMPRE SOUBE O QUE AGORA SEI

agora
sei
que valeu
à pena
sofrer
como sofri
perder
a voz
perder
a paz
agora
sei
que meus
esforços
foram
reconhecidos
que minha
voz
foi ouvida
e que o vento
se moveu
a meu favor
sei
que arrastei
tantos comigo
e provei
que todos
somos iguais
e juntos
podemos
muito mais