6 de nov de 2011

POETA MALDITO

não sou poeta
na verdade
nunca fui
poeta escreve
poesias
eu diferente
escrevo
apenas
o que sinto
pensamentos
não sou poeta
sou apenas
um
entre tantos
que escreve
num papel
branco
o que alma
grita
pensamentos
poeta
é doce
é suave
como vento
eu sou temporal
bomba
que não explodiu
talvez
seja eu poeta
maldito
solitário por natureza