6 de nov de 2011

CAOS

pode
o mundo
desmoronar
pode
o mundo
mergulhar
nas trevas
no caos
estarei sempre
bem
estarei sempre
além
porque em
mim
já doeram
todas as dores
porque mim
já não há
mais lugar
para o desalento
para o desamor
pode vir
o caos
a treva
pode o mundo
acabar
sei que fiz
tudo
plantei flores
espalhei poesia
e mesmo estando
no mergulhado
no caos
o caos
nunca fez parte
de mim