6 de nov de 2011

BOM CENSO

para
onde foi
a verdade
se escondeu
dentro
do armário
e a vergonha
e o bom censo
e o que é correto
e a justiça
o amor
a verdade
para foi
tudo
isso
toda certeza
os dias melhores
os dias
de sol
para onde
foram
todos os valores
que aprendi
tudo aquilo
que me ensinaram
o que ensinam
hoje
tanta besteira
tanta futilidade
tamanho
descaso
falta de amor
falta de bom censo