6 de nov de 2011

AO VOLTAR

ao voltar
do sonho
nada
e mais
igual
tudo
ficou
sem cor
ficou
desigual
ao voltar
do sonho
não sinto
mais
as dores
que eu sentia
não tenho
mais
o medo
que eu tinha
ao voltar
do sonho
já não sei mais
o que é real
ando pisando
em nuvens
já não vejo mais
o temporal
talvez
não seja nada real
talvez
eu não volte
mais
deste meu sonho
que para mim
sim
é real