6 de nov de 2011

AMARRAS

deixa
eu voar
solta
minhas mãos
corta
de vez
todas
as amarras
de que
adianta
me ter
preso
em mim
me deixa
voar
e morrer sozinho

tempos
aprendi
a viver
assim
cercado
por dor
e solidão
cercado
por pensamentos
deixa
eu ir
embora com o vento
solta minhas mãos
cortas
estas amarras
que me prendem