25 de out de 2011

VONTADE

já tive
vontade
de tantas coisas
de morrer
de voar
de sumir
de voltar
de ficar
de correr
de fugir
de sair
de não voltar
já tive vontade
de beijar
bocas que não podia
beijar
vontade de amar
amores
que não podia amar
já tive vontade
de ser quem eu não era
já tive vontade
de escrever
histórias onde
não haveria
nem hérois
nem bandidos
apenas uma história de amor
tanta vontade
de tudo
tanta vontade
de voar
de conhecer o outro lado
da vida
saber se existe
mesmo
um outro lado
tantas vontades