4 de out de 2011

VOLTAR

volto
sem olhar
o que deixo
volto com a cama
desarrumada
com o corpo
quebrado
volto
porque quero
voltar
para que este sentimento
chamado saudade
não me mate
para que relembre
dos tempos
momentos
volto
sem olhar o que deixo
sem rastros
nem esperas
sem rumo
apenas sentidos
volto
porque
quero voltar
e te ver
e te tocar
para que eu não morra
deste sentimento
ainda
chamado amor