2 de out de 2011

À TOA

À TOA
RIO
DE MIM
DAS MERDAS
QUE FAÇO
DAS MERDAS
QUE FIZ
FICO
OLHANDO
NO ESPELHO
MINHA CARA*
TORTA
MEU JEITO
LOUCO
E FICO COM MEDO
DE MIM
E RIO
RIO À TOA
DA MINHA LOUCURA
ESTAMPADA
DESTE MEU VÍCIO
DE AMAR
QUALQUER LIXO
SÓ PARA ME SENTIR
VIVA
E DEPOIS
ME LANÇAR NA LATRINA
RIO
À TOA
DAS MERDAS
QUE FIZ
DAS TANTAS MERDAS
QUE PISEI
E NÃO ME OLHO
MAIS NO ESPELHO
EU O QUEBREI