23 de out de 2011

TER MEDO DE QUE

ter medo
de que
do que
a morte
é certa
e a vida
espera
de você um sorriso
um abraço
ter medo
de que
do que
o hoje é certo
é agora
o amanhã
talvez semente
que vinge
talvez semente
que apodreça
ter medo
limita
bloqueia
faz tudo ficar
feio
pequeno
ter medo
de que
por que
tudo sempre
será novo e desconhecido
nenhum dia
é e será como o outro
tudo muda
sempre
a cada instante
pra que então ter medo
medo do que
pra que
por que