23 de out de 2011

TEMPO

eu vi
o tempo passando
por mim
eu vi
a vida
engolindo
o prazer que eu
tinha em viver
eu vi
chegar
derrepente
a hora de crescer
e eu
ainda queria
ser criança
eu vi
as pessoas
dando risada
e falando de mim
senti
como é cruel
ter que crescer
percebi
que não tem jeito
que não posso ser
para sempre
aquela menina
de bonecas
eu vi
o que o tempo
faz com os erros
senti
como dói a consciência
dos erros
latejando
todos os dias
eu bem queria
ser para sempre
criança
mas a vida passa
e o tempo modifca tudo
eu sei
já o tempo
passando por mim
e a vida me engolindo
engolindo devagar
a minha inocência