23 de out de 2011

SOU O QUE SOU

sou o que sou
não posso
mais negar
a mim
meus desejos
não posso
mais
fingir
que não sinto
que não penso
não posso mais
deixar
de lado
minhas emoções
sou o que sou
movida
por sensações
por sonhos
pelo amor simples
que sinto
sou o que sou
mulher
sem retalhos
não posso mais
fazer de conta
que não existo
eu sinto
ainda o ar enchendo
meus pulmões
sou o que sou
mulher