4 de out de 2011

ROSAS

rosas negras
também perfumam
nascem
nos jardins
nortunos
cheias de espinhos
perfumam
corações solitários
que se encantam
com sua beleza
com seu pefume
rosas negras
nascem dos sonhos
mal sonhados
dos desejos
proibidos
das paixões
de instantes
rosas negras
morrem quando
nasce o dia
como vampiros
e deixam apenas
seu rastro e seus espinhos