23 de out de 2011

QUERO

quero ainda
e por muito tempo
me encontrar
em ti
em tuas emoções
nas razões
quase sempre
perdidas
quero ainda
e sempre
poder chorar
em seus braços
e abraços e encontrar
em ti
as certezas
que me faltam
quero em ti
perder
o medo
e de novo e sempre
e ainda
voltar a sorrir
porque já não sei nada
do que há
sem tuas palavras
sem a dose gostosa
de vida
nas suas manhãs
quero
cada vez e sempre
me achar
no teu