6 de out de 2011

A POESIA É MULHER

mulher
voluptuosa
de tetas fartas
de lábios carnudos
sedutora
nua
deitada em sua
cama de pernas
abertas
feiticeira
seduz
querendo seduzir
e bebe
e traga
devagar
qualquer indício
de loucura
e não vacila
e não se preocupa
apenas
encanta
mexe
machuca
inebria
a poesia é
mulher da vida
amante sim
daqueles que jamais
ousam
decifrar
o que nunca ousariam
entender