23 de out de 2011

POEIRA

a poeira
da estrada
não me deixava ver
o caminho
por onde eu andava
andei
por caminho
errados
e voltei
do começo
de onde
comecei a andar
a poeira
por muitas vezes
cegou
meu olhos
fui
sem saber
por onde ia
sempre mentindo
para mim
para fazer minha vida
um pouco melhor
a poeira
abaixou
vejo agora por onde andei
quão errado
eu estava...