21 de out de 2011

LUZ

Apaga
A luz
Não quero ver nada
Não ver nada
Mais
Tudo agora
Me assusta
Tudo agora é assim
Tortuoso
Tudo agora
Me faz arder a vista
Apaga
A luz
Deixa meu eu
No escuro
Não quer ver nada
Tudo agora
É sem cor
Tudo agora
É energia
Que se move
Contra mim
Apaga a luz
Me deixa no escuro