4 de out de 2011

INFÂNCIA

brinquei
tantas vezes
sem medo
e totalmente
irresponsável
e a vida
me parecia
mais leve
eu podia correr
e brincar
nos tubos
colocados nas praças
perto de casa
dizia te amo
para todas
as moças que sorriam
para mim
jogava as
bola de gude
e sempre perdia
tinhas muitos amigos
e pouca maldade
não me defendia
eu não precisava
me defender
apenas brincar
eu não me preocupava
com o que as
pessoas iam dizer
e elas apenas diziam:
um dia você vai crescer
elas tinham razão
eu cresci