9 de out de 2011

GOSTO DE SAUDADES

acordei
com gosto
de saudades
vasculhei
as gavetas
minhas agendas
as caixas
guardadas
não havia
nada de você
nenhuma fotografia
nenhuma recordação
fiquei
querendo
te ver novamente
queria relembrar
as nossas tardes
queria viver
de novo
tudo o que vivemos
acordei
com o gosto da saudades
saudades
de tudo
o que não podemos mais