2 de out de 2011

DIREI A TODOS

DIREI
A TODOS
QUE AMO
EU TE AMO
SEM MEDO
SEM VERGONHA
SEM PUDOR
NÃO SERÃO MUITOS
QUEM SABE
DIREI
A TODOS
NÃO O QUE SINTO
QUEM SE IMPORTA
VOU DIZER
EU TE AMO
A QUEM AMO
NÃO VOU MAIS CALAR
QUE PECADO
HÁ NA INOCÊNCIA
DE AMAR
QUE MAL
HÁ NO AMOR
DIREI A TODOS
SEM GRITAR
OLHANDO
NO OLHOS
QUEBRANDO OS ESCUDOS
AS REGRAS
OS PARADOXOS
DIREI
A TODOS
UM A UM
EU TE AMO
DEPOIS IREI EMBORA
CHEIO
DE SATISFAÇÃO
LIBERTO
ENFIM
DE TODO AMOR
QUE SINTO