25 de out de 2011

DESASSOSSEGO

Vem
Acalma
Meu coração
Tira de mim
Esse desassossego
Da minha alma
Me traz
De novo a calma
Vem sorrindo
Vem de peito
Aberto
De braços abertos
Me aconchega
Em seu peito
Me traz
De novo seu beijo
Seu gosto
Cada vez mais gostoso
Para minha boca
Ressecada
Me traz
De volta à vida
Tira da minha alma
Essa carência
Do eu
Do meu eu
Esse desassossego
Traz de volta sua paz