12 de out de 2011

DEIXA

deixa
como está
fica no seu canto
e eu no meu mundo
de encanto
deixa
como está
quem sabe um dia
a gente
volta a se falar
quero
sua tocar
sua pele
gelada
quero ver os bicos
seios
enrijecidos
quero ver
a respiração
ofegante
deixa
eu imaginar
tudo isso de você
quem sabe
um dia
a gente
não acabe
na mesma cama
ou no mesmo
poço
sem fim