21 de out de 2011

CONSIDERAÇÃO

Tenho dó
Das pessoas
Que se escondem
Atrás
Da própria sombra
Tenho
Pena
Daqueles que perdem
A consideração
Pela própria alma
E sentimentos

Daqueles que ficam
Por aí
Rastejando
Esmolas
Fragmentos
De carinhos jogados
Ao relento
Tenho dó
Pelos que perdem
A consideração
Pela própria vida
Pelo próprio destino