23 de out de 2011

ARDIDA

posso
ser doce demais
e ardida
posso
ser calma
e a pior das tempestades
sonhos
e pesadelos
amor
e ódio
posso ser
o bem e o mal também
posso
ser o melhor
e o pior
vento
brisa
furacão
o que mais gosto
e o que mais odeio
ser santa
ser casta
ser puta
posso ser tudo
e não ser nada
ser luz
e sombra
fogo
e água
ardida
ou suave
mulher
ou demônio