1 de out de 2011

AMANHÃ

amanhã
vou viver
vou olhar
o sol
sentir a chuva
vou tirar
o tênis
vou andar descalço
vou sentir
o vento
vou rir
sem medo
amanhã
não vou ter pressa
vou acordar
cedo
tomar um banho
vou comprar
pão
vou deixar
a mesa
pronta
amanhã
quero sentir
meu tempo
passar em câmera
lenta
amanhã
não falarei
de problemas
não andarei
com a mercê
do relógio
amanhã
vou amar meu amor
sem pressa
possuí-la
devagar
e eternizá-la ainda
mais no meu
ontem
no meu hoje
no meu sempre