25 de out de 2011

ALÍVIO

Ainda
Há um amanhã
Ainda há
Uma esperança
Ainda há alívio
Posso respirar
Suspirar
Posso ainda
Viver um pouco mais
Ainda há
Certezas
Esperanças
Ainda
Há sentimentos
Um pouco
Ainda
De um alívio para o peito
Ainda há
Um amanhã
Passei
A noite acordado
Esperando
O amanhã chegar
Tive medo de morrer
Sem saber
Se existiria para mim
Um amanhã
Cheio de alívio para mim