9 de out de 2011

AINDA QUE EXISTAM

vou
ficar
ainda que existam
razões
para partir
vou
ficar
olhando tudo ruir
tudo se acabar
meu coração
sofrendo
meu coração
sangrando
vou ficar
esperando
torcendo
para que os sonhos
permaneçam
e as dores
findem
com mais uma tarde
vou ficar
abraçado
as minha decepções
querendo
a morte
tardia que nunca
vem quando se espera