4 de out de 2011

ABRAÇA-ME

abraça-me
já não vivo sem ti
sufoca-me neste
abraço e me atira
nesta imensidão
chamada amor
abraça-me
envolve-me em teus
braços
beija minha boca
faça da tua vida
minha vida
e dos teus dias
também os meus
abraça-me
de um jeito teu
de um jeito único
porque se eu morrer
amanhã
depois
de amanhã
quem sabe um dia
guarde na alma
a doce sensaçãoet
eterna
do teu amor
do teu amar...