17 de set de 2011

SOU TUDO

sou tudo
o doce
o azedo
o amor
o ódio
a fé
a descrença
a poesia
a canção
sou ator
sou palhaço
sou humano
quantas vezes
já fui boneco
de pano
sou tudo
minha vida
e minha morte
meu abismo
e meu destino
sou o que erra
o que vive
aquele que ama
sou tudo
aquele que sobrevive
aquele que inspira
o sangue
água
a terra
sou tudo
o vento
a ventania
o que não se vê
o que não se sabe