24 de set de 2011

SEM NADA DIZER

Quem é
Você
Que passa
Por mim
E não me
Olha
E não me vê
Quem é
Você
Que chega
Assim derrepente
Sem avisar
E abrindo
As portas
Do meu
E vai tocando
Sem querer
Meu querer
E despertando
O que já
Estava
Enterrado
Quem é
Você
Quem vem
Como uma graça
Tímida
Me enche
De novo
De graça e poesia
Quem é você
Que chamou
A atenção
Sem nada dizer