18 de set de 2011

INSTANTES

não fique
triste
nossos instantes
passaram
instantes
acabam
uns se apagam
outros
tantos ficam gravados
para sempre
não se deixe
abater
tudo o que é bom
também finda
tudo o que é bom
também acaba
instantes
vem e passam
uns ficam
ainda remoendo
querendo
fazer
que tudo volte
de novo
a acontecer
nossos instantes
morreram
secaram como flores
esquecidas
em um jardim
ficaram
as marcas
ficou o tempo
que passou