16 de set de 2011

ESCREVO-TE

Escrevo-te
Sempre
Por horas
E dias
E em todos
Os instantes
Que me vejo
Ainda que não refletido
Em teus olhos
E desenho-te
Mesmo
Sem saber
Nada de ti
As verdades
Sobre ti
Que imagino
E basta-me
Este bem
Que me faz
E basta-me
Saber
Que as pontes
Podem unir
O que os muros
Distanciam
Escrevo-te
E te encontro
Viva
Ainda em meus sonhos