28 de set de 2011

DEPOIS DE TUDO

depois
de tudo
depois de todos
os arranhões
de todas
os machucados
depois de ter
a alma
rasgada
e o coração
despedaçado
vejo
depois de tudo
um novo sol
uma nova razão
um novo porque
depois de tudo
das chuvas
dos relampagos
e trovões
vejo
um arco-íris
rasgando
meu céu
vejo
depois de tudo
novos caminhos
um novo despertar
uma nova razão
um novo porque