13 de ago de 2011

NÃO QUERO MAIS

Não quero mais
Ter que gritar
Meus medos
Por ruas
Escuras
Não quero mais
Ter que viver
Minhas mentiras
E nem quero mais
Cultivar
Flores mortas
Em meu jardim
Não quero
Mais
A velha
Dor de sempre
Nem o gosto
Amargo
Na boca
De todos os dias
Não quero mais
Os vícios
E os velhos hábitos
De sempre
Tudo o que ficou
No ontem
Hoje deve ser diferente