7 de ago de 2011

GOSTO AMARGO

é a tua boca
boca maldita
que deixa
em minha boca
o gosto
amargo
do veneno
e tuas palavras
ainda ecoam
e ressoam
é a tua boca
e tua pele
palida
é teu decote
indescente
e a tua idade
é o que pensa
e o que faz
de ti
santa
como a mais
santa
de todas
é a boca
tua maldita
e o gosto amargo
que sinto
é o gosto
do veneno
da tua boca
da tua língua
de serpente