8 de ago de 2011

EU SOU

eu sou
o rascunho
inacabado
a fé
que não
se tem
eu sou
o mal
e o bem também
não sou deus
não sou ninguém
sou ferida
sou o amor
machucado
a poesia
que nunca
que foi escrita
a canção
sem verso
sem rima
eu sou
o escuro
a tempestade
o dia de chuva
flor que não desabrocha
semente
que não germina
sou o vento
a ventania
árvore
sem raiz
mar
sem sal
cor
sem cor
brinquedo quebrado
o pecado
sem perdão
a sombra
a escuridão