13 de jul de 2011

NÃO TENHO NADA

não tenho nada
nada além
do amor
que sinto
e minha coragem
sem vergonha
não tenho
posses
não tenho rumo
tenho
além
do amor
que sinto
e minha coragem
sem vergonha
lembranças
dos amigos
que se foram
dos dias
que já foram
felizes
não tenho
nada
somente
o mesmo
caminho
de sempre
e a mesma ousadia
de aceitar
sempre
as mesmas pedras
o que me sobra
é o amor que sinto
e minha coragem
sem vergonha