12 de jul de 2011

MAIS NADA

de ti
não quero
mais nada
te esquecer
me basta
te arrancar
de mim
de ti
apenas
ainda
lembranças
poucos
desejos
um pouco
de ódio
misturado
com amor
em que medida
já não sei
de ti
não quero
nada
nem teu amor
muito menos
tua amizade
quero só esquecer
que um dia
andamos juntos
pelo mesmo
caminho