3 de jul de 2011

COMO POSSO

como
posso
assim do nada
te arrancar
de mim
te esquecer
simplesmente
como
se não
houvesse
se não
existisse
ainda
em mim
tudo de ti
como posso
esquecer
de todos os momentos
da pele
do toque
do beijo
como posso
jogar fora
cada instante
e queimar
meu coração
junto
com as fotografias
como posso
acabar
com tudo
e dizer
adeus
e te esquecer
simplesmente