24 de jul de 2011

AINDA

ainda
tenho
medo de acordar
e perceber
que tudo
isso
foi mais
um sonho
acordar
e perceber
que tudo era
mentira
acordar
e perceber
que estava
sozinho
este tempo todo
tenho medo
ainda
acordar
e ter que viver
o que já
vivi
perceber
que o meu mundo
nunca existiu
nem ninguém
nem mesmo eu