29 de jun de 2011

TEMPO


ontem
esqueci
de viver
quem sabe
hoje
me sobre tempo
ontem
esqueci
de sorrir
de sentir
de me entregar
um pouco
mais
a quem amo
ontem
esqueci
de respirar
de agradecer
e andei
olhando
tudo e não vendo nada
ouvi
tudo
e não escutei nada
ontem
me faltou
tempo
para abraçar
minha filha
beijar
minha neta
e fazer um dengo
no meu amor
quem sabe
hoje
me sobre
um tempo
para dizer
o que eu não disse
para olhar
o que eu não vi
quem sabe
me sobre mais
tempo
para escrever
poesias
ontem
não tive
tempo
para nada