3 de jun de 2011

NÃO RECLAMO

não reclamo
se chove
se há sol
se há vento
neblina
tempestade
tormentas
não reclamo
se o céu
está
negro
se está azul
ou se simplesmente
não está
não quero
saber
de flores
em vasos
flores
morrem
e sujam
o chão
por onde passo
não quero
saber
do canto
dos pássaros
não entendo
o que eles
cantam
nem o que querem
dizer
não reclamo
de um problema
que não
é meu
não vivo
uma vida
que não
é minha
sei o que há
em mim
e o peso
que suportam
meus braços
sei quanta dor
posso suportar
e quantas cicatrizes

em meu peito
eu sei
ninguém mais