3 de jun de 2011

DEFICIENTES

nossos
sentidos
estão mortos
nossos
olhos
não vêem
nada
nossa
boca
maldita

pronuncia
bobagens
o toque
virou
produto
esta
a venda
em garotos
de programas
e prostitutas
nosso paladar
é puro
fel
nossos ouvidos
apenas
as lastimas
de tudo
o que a geração
passada
deixou
nada
somos deficientes
e ainda
apontamos
os dedos
sujos
e ainda
falamos
numa justiça
que nunca
existiu
ainda
exigimos
o respeito
que nunca
tivemos