1 de abr de 2011

“Uma delicada forma de calor”

Teu beijo
Uma forma
Delicada de calor
De me aquecer
Quando
Tenho frio
De acender
A chama
De te querer
Teu
Beijo
Uma delicada
Forma de calor
Chama
Que não se vê
Fagulha
Que incendeia
Teu beijo
Doce beijo
Na boca
Que geme
Uma forma
Delicada
De queimar
Meus instintos
Teu beijo
Uma forma
Pura
Do amor que sentes