"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

1 de abr de 2011

“Pávio Curto”

Fico
Quieto
Não
Brigo
Não me arma
Não incendeio
Não mexa
Comigo
Que eu grito
Eu brigo
Eu pego
Fogo
Coloco fogo
Sou feito
De pólvora
Pávio
Curto
Não reajo
Não me alarmo
Não mexa
Comigo
Que eu risco
Agito
Viro temporal
Não
Peço
Não entro
Se entrar
Não saio