5 de abr de 2011

“A fim de voltar”

Estou
A fim
De voltar
A viver
Os meus sonhos
Nunca morreram
Em mim
Ainda
Vivem aprisionados
Em meus
Calabouços
Estou
A fim
De voltar
A andar
Pela noite
A esmo
Procurando
Um pouco
De nada
Sentindo
A noite nua
Abraçada
E mim
Estou a fim
De voltar
Para o começo
De tudo
Pra te encontrar de novo