13 de abr de 2011

“Do Nada Ao Tudo”

Fui
Do escuro
Para a claridade
Fui
Da ilusão
Para um
Porto
Seguro
Ganhei rumo
Já tenho
Norte
Do nada
Ao tudo
Do suicídio
A vida
Da lágrima
Ao sorriso
Por causa
De você

Por causa
De você
Fui
Do deserto
De mim
Ao teu Oasis
Da renuncia
Ao milagre
Só por causa do teu amor